11.3.07

Como eu blogo?

A Raquel passou para mim uma brincadeira que anda correndo entre os blogs. A pergunta de um milhão de reais é: "como eu blogo?"
     Eu queria mesmo escrever todos os dias à noite, quando a casa fica quieta e eu me sento ao computador com uma música ao fundo e um bule de chá verde ao lado. Mas nem sempre é assim, nessa hora não sai nada.
     Não sou nem um pouco disciplinado quanto a escrever - nem desenhar, ou pintar, ou tocar gaita, ou qualquer das coisas que eu já inventei fazer. Tanto posso escrever uma ou duas histórias num dia só, como posso passar dias sem nem lembrar de blog coisa nenhuma, saudavelmente curado da mania de escritor. O complicado para mim são as idéias. Eu as tenho, e em quantidade, viu?, mas invariavelmente acho tudo imbecil dois minutos depois.
     Mesmo que não escreva sobre minha vida em especial - exceto nas reportagens especiais de férias -, dá para ler meu humor nas entrelinhas. Uns textos saem mais engraçadinhos, irônicos e outros, tristes, introspectivos. Não sou nem um pouco econômico com usar o delete e o backspace.
     As crônicas partem de coisas que eu vivo no dia-a-dia, situações que eu passei mesmo, e os contos são histórias que eu observo acontecerem à minha volta. Tudo meio romantizado, para dar mais Ibope. Já as poesias eu publico uma parte pequena das que escrevo, tenho vergonha. E o seu Glicério é uma mistura das rabugices do meu pai com o meu mau humor. Ele sou eu no futuro, enfim.
     De uns tempos para cá, descobri o prazer de fazer amigos blogueiros também. É um pessoal que já virou de casa: senta no sofá, brinca com o cachorro e pega as coisas na cozinha sem nenhuma cerimônia. Quase velhos amigos.
     Um segredo que talvez meus novos leitores não saibam é que vez ou outra eu republico textos meio antigos, reciclados do blog anterior. Crise de criatividade, sabe como é.
     Eu tenho planos de, um dia, seqüestrar um cronista anão e mantê-lo refém dentro do maleiro do armário. Aí, então, eu terei posts diários e de qualidade. Enquanto não consigo realizar meu objetivo — cronistas anões são muito ariscos, é dificílimo capturá-los —, eu me viro como posso.

13 comentários:

julio disse...

Linkado

Raquel Labarca disse...

Adorei!!!
Bjs

Alf. disse...

auhauahuahuahauah muito bom cara. muito bom...

ate+

Heverton Oliveira disse...

Dois minutos... Voce é bom heim... já me chateio ao escrever, e me odeio ao re-ler, hauhauahuahuah


abraços, e traga um pouco deste teu chá entao da próxima vez que vier me visitar, eu posso servir um pouco de nuvens :]


.

Jô Beckman disse...

minhas inspirações tb vem de coisas do dia-a-dia...como tenho blog com minha amiga isso é uma vantagem pq no dia que não se tem ideia do que escrever ela vem e me salva com um ótimo texto! hehehe

Isadora A. disse...

topo, topo sim !!
só uma coisa: se o "cronista anão" foi alguma analogia a minha pessoa, huuuuunf.... meniiiiiiino, te pego lá fora, hein !!

:D

MA/ Inhamefilosofante disse...

PUTA MIERDA. CARAJO>

Aceito o desafio porque eu não tenho medo de desafios feitos por elfos.... mas tem volta...

preto disse...

esse blog tá esquentando!!

se bem que um amigo de vcs meio isolado do mundo não reclamaria de ter posts diários...

Lari Nakao disse...

Hahaha. Identifiquei-me com muita coisa que você escreveu e adoro o jeito como vc escreve.

Eu não sei definir como blogo. Tenho muita idéia como você e 5 minutos depois não tenho coragem de colocar no papel.

E acontece tb depois de um tempo, de questionar o que escrevi e já foi publicado.

Abraços!

Alf. disse...

poh cara vlw ueheuehe... vlw mesmo...

eu vou te add aqui blz?


ate+ cara!

Mariliza Silva disse...

Antigamente eu escrevia diariamente e até 2 post as vezes no mesmo dia... agora acho que já tô em dia com meus pensamentos registrados e tem dia que não me vem nada... Agora, a sensação ao terminar um post é maravilhosa! E eu não faço rascunho nem nada, digito direto o que vem na minha cabeça!

Beijão

Mariliza

Juliana Marchioretto disse...

gostei demais desse blog!

e voltarei..
bjo

Monize disse...

ixi... setá que essa coisa de mau humor + rabugice, e crises de perfeccionismo é coisa de elfo???
Estou com saudades moço...
Beijo!!