10.10.07

Em algum lugar

     em memória de Claudio Scarpetta,
     grande homem, grande amigo


Em algum lugar
além dos campos cinzentos
das folhas caídas de outono
eu consigo ver
as colinas floridas
uma nascente refrescante
     Em algum lugar
além do mar revolto
das tempestades
eu posso enxergar
as águas cristalinas
uma praia de areia branca
     Em algum lugar
além da incerteza da noite
da madrugada interminável
enchem meus olhos
a alvorada esplendente
a estrela da manhã
     Em algum lugar
além de toda miséria
do sofrimento que apresa
eu sei que nos espera
a brisa fresca da liberdade
a abundância da vida
     E em algum lugar
além do horizonte
sob o sol nascente
eu quase posso testemunhar
um abraço de ternura
o amor que a tudo consola

8 comentários:

Bruno disse...

O diac. Claudio faleceu ontem, de câncer, após um doloroso período de doença. Ele servia como diácono na paróquia que eu freqüento e coordenava os trabalhos da Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Curitiba. Suas atitudes firmes e corajosas e sua confiança inabalável em Deus são exemplos que levarei por toda a vida.

Lais Mouriê disse...

Estou à procura desse lugar... Perdi-me!

Bjos

Ataualpa S.Pereira disse...

Saudações meu caro!

Estais versejador nos últimos tempos não?

Bem, como eu também gosto muito de Haicai e fui indicado para um prêmio de poesia, resolvi também lhe colocar na bagunça. Indiquei o "Som do Silêncio".

Um abraço!

Ps: http://poemasdeandreluis.blogspot.com/2007/08/prmio-caneta-de-ouro.html#links

o amnésico disse...

Belo poema e tocante homenagem.

Meus sentimentos.

Anne disse...

Que lindo isso...
Só uma pergunta...
Tu tens um mapa pra me emprestar???
Bjosss

Rosa dos Ventos disse...

Lindo seu texto Bruno, a morte sempre me deixa sem palavras...

agora a part ctrl+c e ctrl+v

devido a umas experiências com psicopatas, janakaboom não é mais para todos os olhos.MAS se vc tiver saudades das explosões do janakaboom, deixa seu email e eu te adiciono na lista dos convidados.

para o bem geral de todos e liberdade de expressão de anônimos,desconhecidos e pervertidos (afinal, foi assim que conheci vc) doentes e tudo mais... mudei para o endereço do acima.

Beijo grande

Mariliza Silva disse...

É maravilhoso descobrir que este lugar é dentro de nós mesmo.

Se amigo se reencontrou com a paz de DEUS e nós aqui somente podemos imaginar esta maravilha.

Que a luz divina reconforte seus amigos que ficaram nesta terra, ainda a procura da PAZ escondida dentro de nós.

Um beijo no seu coração

Mariliza

Rogério Felício disse...

Lindo..............