7.1.08

Zwkrshjistão, um reduto da fé

Religião
O povo zwkrshjistanês é notadamente piedoso. As crianças são ensinadas desde muito pequenas a construírem suas vidas sobre as bases sólidas dos valores religiosos, como família, compaixão com os cachorros sarnentos e superstições pagãs.
     A Igreja Ortodoxa Zwkrshjistanesa gaba-se de ser a primeira religião protestante da História. No ano 439 —séculos antes de Lutero, portanto—, o bispo Kolhswç Zokrstja II desafiou o Papa ao questionar a pífia quantidade de vinho usada no rito romano e proclamou-se patriarca de uma nova igreja, calcada na abundância do sangue de Cristo. Durante uma celebração são usados cerca de oito barris de vinho canônico, quantidade que pode ser até duplicada num dia de especial congraçamento entre o reverendo e as garotas que assistem à celebração.
     Embora não haja santos na Igreja Zwkrshjistanesa, já que é impossível a alguém ser virtuoso seguindo seus mandamentos, está em tramitação o processo de canonização pré-póstuma do presidente Trçakydf, homem de reconhecida bem-aventurança.
     Vale frisar que não é de bom tom que se entre na igreja mastigando carne de mula, e espera-se que o fiel aponte para o alto seu rifle Kalashnikov caso queira externar seu ardor cristão com uma saraivada de tiros.
     Também é costume que no dia do casamento o noivo dê uma surra na noiva, com a ajuda dos padrinhos, caso necessário. Isso porque, dada a força das saudáveis senhoras zwkrshjistanesas, é inevitavelmente ele, o marido, quem apanhará durante toda a vida conjugal.

10 comentários:

Cissa disse...

Eu já conheci um pouco de Zwkrshjistão por aqui. Lugar interessante, esse!

mas, hoje, vim comentar por outro[s] motivo[s]. o primeiro é pra dizer que eu adorei o seu perfil do blogger. confesso ser um pouco lerda pra reparar em algumas coisas na vida, e o seu perfil foi uma delas. mas, nossa! eu adorei de verdade!

o outro motivo [tinha outro?! 8-)]
é que eu não sei se você passou pro pessoal do Depósito ou não, o endereço do seu orkut/msn. não sei se você tem/quer passar, mas caso uma - ou as duas - das respostas seja afirmativa, eu aceito! =)

beijo.

Tyler Bazz disse...

Muito bom, sempre!
E quais seriam as outras religiões presentes em Zw..tão? Ou nós estamos falando de uma país religiosamente totalitarista???



o/

Zé(d's) disse...

eu adoro esse país! haha!

Duda disse...

"calcada na abundância do sangue de Cristo."
hahahaha... muito bom!

você ta mandando muito bem nessa série.
abraços!

Bruxx disse...

Oi Bruno querido!

Muito interessante esse país.
" é inevitavelmente ele, o marido, quem apanhará durante toda a vida conjugal."

Atenção mulheres que se valem da lei "Maria da Penha"... lugar bom é esse, hein?

Beijokinhas, amado.
Vassourando

Diego disse...

POtz, só fui ler essa série agora.

Muito bacana.

Dá para ir de moto?

Claudia Lis disse...

Oi Bruno,

É, tenho que concordar com a Bruxx. Além disso, gostaria de esclarecer uma coisa. Vem cá Bruno, explica direitinho essa coisa de surra na noiva e tal... É exatamente na hora do casamento que acontece? Será que nem dá tempo de disfarçar os “efeitos especiais” da pancada, com um pouquinho de maquiagem heim? Olha, que pode ser que fique bem feia a coisa. E depois de uma dessas, realmente é bom que não só o marido, mas também os padrinhos, se preparem para uma surra daquelas, hahaha... Nossa quanta violência!

*Último comentário seu no meu blog: Primeira vez que me chamou de Claudinha. =)

disse...

A moça dá uma nova passadela por aqui...
...e ele continua escrevendo tão gostoso!
Acho que dessa vez ela volta mais rápido!

J disse...

Fui totalmente surpreendida pela religiao, esperava qualquer coisa mais drastica, a la vale do amanhecer, mas adorei tua descrição, pq adoro ser surpreendida.

Agora vai a mensagem de massa.

botei a atirante e o kaboom no mesmo cantinho, aberto e mais anônimo:

jnamite.blogspot.com

Atualiza a tua lista ;)

Bejos,
J

o amnésico disse...

Fiquei emocionado, juro! Que religiosidade sublime! Que povo pio! Se eu tivesse nascido no... bem, você sabe onde (que falta faz a vodca de cebola nessas horas!), seria um devoto irreprensível, verdadeiro beato!

De qualquer forma, acho que preferiria continuar celibatário...