14.11.07

Zwkrshjistão, uma jóia ignorada pelos atlas

Geografia
Situado na Ásia central, na região do Paquistão, Quirguistão, Curdistão, Tadjiquistão, Turcomenistão, Cazaquistão, Uzbequistão, Afeganistão etc, o pequeno Zwkrshjistão é uma jóia engastada na bela e radioativa cordilheira de Zwkrsh. Uma depressão envolvida por todos os lados por um emaranhado instransponível de penhascos e chaminés das usinas de beneficiamento de urânio.
     A capital, Z'zträkosk, foi planejada por urbanistas para estar exatamente no centro da depressão, trezentos metros abaixo do nível dos paredões da cordilheira. Por essa razão venta muito pouco lá e as temperaturas podem atingir, durante o dia, a casa dos 50 graus.
     A maior parte da população zwkrshjistanesa vive na capital Z'zträkosk ou no eixo urbano entre as aldeias de Blzÿkrshtjr e Tblïshjkra. Ao norte, no planalto de T'äktrhjt, encontram-se as pequenas fazendas de cebola e criação de mulas. Os tuberculosos em quarentena moram em Zkt. Os outros 37% da população estão exilados em campos de concentração cedidos por ditadores amigos.
     Cerca de 95% da vegetação original foi derrubada para alimentar a antes fortíssima indústria nacional de palitos de dente. Porém, depois da falência da fábrica, quando da grande epidemia de gengivite aviária que assolou o país em 1999, o governo estuda um projeto para reflorestar o país com plantas de plástico.
     Devido à instabilidade das suas fronteiras —por motivos de ética profissional, os cartógrafos só trabalham depois da ingerir duas garrafas de vodka de cebola—, marcadas e remarcadas constantemente, o Zwkrshjistão não aparece em atlas oficiais, mas consta do Guinness book como o nome de república com maior número de consoantes seguidas.

12 comentários:

Juliana M. disse...

moço, qto tempo!!!
te mandei email com um convite, tá? lê e me responde!!
beijo

Tyler Bazz disse...

É sempre bom passar as férias num lugar de clima tão aprazível...

Preciso da transcriçâo fonética do nome dos lugares, ok? auHAuhaUHa

o/

Solange Ayres disse...

Qualquer semelhanca com a fantasia é mera realidade.

Lua Durand disse...

eu não me adaptaria ao Zwkrshjistão.

é muito quente.

-

voce viu o programa no rádio, que legal, e eu que pensei que ninguém tinha visto/ouvido.

-

perdoa a ausência por aqui.

-

beijo

au revoir.

Anne disse...

Além de não ser capaz de pronunciar esse nome (rsrsrs), eu achei esse lugar queeeeente demais, to fora!!!

Só vou pra lá se eu puder levar a minha Raiska, pq essa vodca de cebola aí não me apetece!!!!

Prefiro uma praia linda com uma piña colada mesmo...hasuahsuhaus

Bjokas

o amnésico disse...

Que local pitoresco! Por favor, publique mais informações, estou pensando em incluir o Zwcxt..., Szkwh..., bem, você sabe onde (deve ser mais fácil depois de algumas doses da vodka local!) no meu roteiro de férias; mas só na baixa estação, não gosto de multidões de turistas, sabe?

Sou vidrado por adágios taoístas e não conhecia aquele, muito obrigado!

Abração!

p.s. A gengivite aviária já foi erradicada lá em você sabe onde? Não quero passar minhas férias com a boca prostrada...!

Diva disse...

Bom saber!!!
Bom fim de semana.
Bjs meus

SAMANTHA ABREU disse...

cara!
muito bom... todo o teu blogue.
Adorei.
Você escreve rápido, intenso e claro. Adoro.

Beijos.
volto sempre.

Gilgomex™ disse...

parece ser um lugar ímpar...

e quase totalmente consonantal...

é um lugar em que nada mais importa depois que os moradores conseguem dizer a própria naturalidade!!!!

creio eu.

Naty :) disse...

huaihsihaihsiuhaa

nem li tudo.
li mais da metade.

tem mais consoante do que o alfabeto

aushiahshiuahiusha

muito loouco esse nome, mas eu acho que deveria ter no atlas.
injustiça.

Zwkrshjistão, vou aprender a falar

;*

Juliana disse...

Tô precisando mesmo pegar uma cor.

Jana disse...

A república e a aldeia "Blzÿkrshtjr" tb deve aparecer no guiness como a única sem uma vogal se quer.

Eu super topo escrever o livro de contos de fada. Tenho uma encicpédia chamada o Mundo da Criança, aprendi a ler rápido pq ngm mais aguentava ficar lendo e relendo os contos pra mim :)